História do Canil

Começou com a compra do primeiro macho, que foi batizado de Fritz, na ocasião de visita em uma fazenda em Marondera, localizada no Eastern Highlands em Zimbawe, ex Rhodesia na África do Oeste no ano 1995, onde o vimos com seus pais protegendo uma cerca ao lado de uma estrada.

gallery/fritz

CanilNelsonMandela-Fritz

Naquela época a proprietária estava vivendo com seu marido em Moçambique, país vizinho onde ele trabalhou para o Banco Mundial no porto da Beira. 
Na fazenda os cães Jack Russell foram usados na lavoura em vários trabalhos para supervisionar os cavalos da fazenda, mantendo as características desta raça de origem inglesa. 
Em 2000, na segunda estadia de trabalho em Maputo, capital de Moçambique, foi complementada uma fêmea como companhia nomeada Lilly de origem de um haras de cavalos situado nos arredores de Johanesburgo, província de Gauteng, na África do Sul.

E assim começou a criação no Brasil dos Jack Russel de pêlo curto com duas cores em branco com marrom.
Mais tarde, em uma nova viagem à África do Sul em 2004 foram adquiridas mais três fêmeas com perfis diferentes introduzindo as três cores tradicionais da raça (branca, preta e marrom) na família do canil. 

 

O registro do canil da criação no Kennel Clube em São Paulo realizou-se no mesmo ano dando o nome de Nelson Mandela lembrando o primeiro presidente africano da África do Sul após do fim da apartheid naquele pais.
Cada cachorro da família assim possuia o pedigree registrado com garantia de raça pura e saúdavel.

gallery/marialuizafritz

Maria Luiza junto com Fritz

www.000webhost.com